Aguarde! Carregando...
X

Mercado do Cacau

RESUMO DA SEMANA 04 A 08/12/17

Bolsas enfrentam onda de liquidações em massa e cacau perde mais de 8% na semana em NY e Londres.

Uma semana de muito nervosismo, onde os fundos de investimentos trouxeram os níveis para baixo dos eixos de suporte, considerados por muitos estáveis em NY a us$2,000 / ton. Muitos analistas, tentaram encontrar explicações lucidas para entender as razões da queda. Comenta-se que o aumento das entradas nos portos africanos, poderiam ter sido o principal vetor de motivação para as perdas expressivas. Até mesmo as notícias consistentes do crescimento da demanda mundial de derivados de cacau, não conseguiram frear o movimento descendente. Em uma análise fria, pode-se afirmar que a ausência de novos fatos, teriam influenciado os investidores a realizar lucros das posições compradas. Entende-se agora, que os indicies atuais poderão atrair compras, visto a posição sobre vendida em Londres e NY.  A última sessão do período, fechou a us$1,912 / ton,  base março/18.

O dólar esbouçou uma forte reação frente ao real, baseado na expectativa na votação da reforma previdenciária. Ainda sem data certa para acontecer, a medida não conta ainda com os 308 votos necessários no congresso para aprovação. Importante ressaltar que estamos a poucos dias do final do ano letivo. Mediante esse quadro, o câmbio poderá ampliar a volatilidade nos próximos dias.

As entradas no período, apresentaram uma redução razoável em relação a semanas anteriores. A queda dos preços internos, motivados pela redução dos indicies nas bolsas, retraíram significativamente as transações entre os componentes da cadeia comercial local. Tal fato, motivou as indústrias processadoras a mais uma vez, elevar os prêmios pagos nas compras sobre NY.

 Mesmo com a chegada dos grandes volumes de cacau importado de Gana nos próximos meses,  não se descarta a necessidade de aquisição do escasso cacau brasileiro, por parte das moageiras nacionais. Segundo fontes relacionadas a pesquisas de safra, as entradas provenientes das principais áreas de produção brasileira em volumes razoáveis, somente deverão ocorrer a partir do mês de maio/18.

No espírito Santo, foram registrados mais de 240 mm de chuvas nos últimos dias. As lavouras do estado, apresentam-se com excelente aspecto vegetativo e floração intensa, porém ainda em desenvolvimento de bilração. Em cenário bastante animador, aumenta bastante a expectativa de crescimento da produção para próxima safra frente a atual.  

 Os preços pagos durante a semana ao produtor na Bahia, oscilaram entre R$105,00 / R$113,00

Informações: mercadodocacau.com

Deixe seu Comentário em RESUMO DA SEMANA 04 A 08/12/17:

Sua participação é muito importante para nós!

Análises de Mercado Relacionadas

  • 02 SET

Mesmos sofrendo pressões especulativas por liquidações, as bolsas resistem e buscam recuperaração. Depois de uma recuperação expressiva desde os meados de...

  • 27 JUL

Cenário positivo de abastecimento faz desabar simultaneamente bolsas e diferenciais internos. Coincidentemente as entradas internas e nas outras origens ao...

  • 20 JUL

Apesar dos números surpreendentes nas moagens mercado permanece em incertezas. Os excelentes resultados das moagens mundiais não tiveram força para...

  • 13 JUL

Diferenciais internos despencam 180% em 45 dias e preços pagos ao produtor recuaram no Brasil. Ainda em estado de choque,...

Últimas Atualizações

Últimas Atualizações

Destaques

Destaques