Aguarde! Carregando...
X

Mercado do Cacau

RESUMO DA SEMANA DE 02 a 06/07/18

Ausência de notícias fundamentais eleva movimentos voláteis nas bolsas

Ainda permanecem firmes os altos níveis de flutuação do mercado em Londres e NY. Investidores continuam exercendo pressão especulativa nas compras e vendas em grandes volumes diários.

Durante a semana fontes ligadas a Cocobod divulgaram noticias sobre a possível queda de 12% produção de cacau Gana em relação ao ano anterior. A baixa poderá representar um numero próximo de cem mil toneladas.

Em Camarões, produtores fogem das zonas de produção motivados por conflitos cíveis que se alongaram na ultima semana. O confronto se estende entre as forças do governo e um movimento que quer a independência dos territórios de língua inglesa. Segundo fontes do governo, poderão acontecer baixas significativas na produção de cacau do país.

Apesar da existência de notícias que até poderiam impactar positivamente nos níveis das bolsas, vale lembrar que a elevação expressiva do número de investidores no commoditie cacau, estabeleceu um novo prisma para determinar previsões de tendências, além deixar o mercado cada vez mais vulnerável a movimentos bruscos acima e abaixo.

NY ice setembro oscilou no período entre Us $2,415 mínima, Us $2,536  máxima e encerrou a Us $2,480 / ton.

As indústrias processadoras mostram sinais claros de abastecimento. As entradas de amêndoas permanecem crescendo a cada semana garantindo o fluxo de produção e o blend com os volumes importados da África. Fontes de prospecção de safra garantem que poderemos ver o fluxo temporão Bahia estimado em 100% maior que do ano anterior.

Como previsto as entradas do Pará aumentaram em mais de 30% em relação as semanas anteriores. Fontes informam que a safra está a todo vapor e deverá ser a maior dos últimos cinco anos.

Mediante esse cenário os diferenciais recuaram bastante nos últimos dias. Atualmente estão sendo pagos ao produtor us $280 e entre us $350 e us$380 entre empresas. Lembrando que os diffs estavam a us$700 há 45 dias atrás.  Vale lembrar que esses números ainda poderão reduzir significativamente nos próximos dias. Além da normalidade climática, a elevação progressiva do dólar frente ao real também pode ser um ingrediente motivador para retirada dos diferenciais, devido causar um efeito de manutenção  dos preços nominais em reais que estão sendo pagos atualmente ao produtor.

Na Bahia os preços pagos ao produtor em arrobas oscilaram entre R$155,00 e R$162,00

Adilson Reis  -  mercadodocacau.com

Deixe seu Comentário em RESUMO DA SEMANA DE 02 a 06/07/18:

Sua participação é muito importante para nós!

Análises de Mercado Relacionadas

  • 27 JUL

Cenário positivo de abastecimento faz desabar simultaneamente bolsas e diferenciais internos. Coincidentemente as entradas internas e nas outras origens ao...

  • 20 JUL

Apesar dos números surpreendentes nas moagens mercado permanece em incertezas. Os excelentes resultados das moagens mundiais não tiveram força para...

  • 13 JUL

Diferenciais internos despencam 180% em 45 dias e preços pagos ao produtor recuaram no Brasil. Ainda em estado de choque,...

Últimas Atualizações

Últimas Atualizações

Destaques

Destaques