Aguarde! Carregando...
X

Mercado do Cacau

RESUMO DA SEMANA DE 30/04 a 04/05/18

Mercado apresenta sinais de exaustão e cenário de liquidações prevalece como tendência.

Mesmo sustentado em linhas fundamentais consistentes, tais como, a perspectiva de redução da safra principal africana e o aumento das moagens internacionais, o mercado no momento imprime um alto nível de volatilidade levando aos investidores e analistas a sensação de fragilidade. Noticias chegam da África e relatam que o Ecobank estaria negando financiamento aos produtores da costa do Marfim e poderia gerar reflexos negativos na frente. O Euro e a Libra mostraram-se mais estáveis, freando o forte movimento de baixa que vinha sofrendo. Chuvas voltaram a cair com maior intensidade nas lavouras africanas, acalmando àqueles que estariam apostando no caos. Durante a semana NY atingiu novamente a casa dos  us $2,900 e recuou rapidamente. ”Poderemos estar ingressando em um novo momento”, relatou um analista referindo-se a resistência apresentada em quebrar a barreira existente.  

O mercado Ny oscilou durante a semana entre us $ 2,775 e us$2,901 e fechou a us $2,777 / ton.

Chuvas na Bahia permanecem chegando em grandes volumes. Fatos como esses provocam o retardamento das entradas, porém vão garantindo a umidade dos solos. No Pará, onde prospecta-se uma safra avantajada, as lavouras começaram apresentar um elevado indicie de podridão parda. “Nada que venha preocupar na redução dos volumes”, relatou um experiente trader de uma multinacional, confirmando que os números serão realmente acima do esperado.

Diante do cenário complicado que vem enfrentando, devido à escassez de amêndoas, as indústrias processadoras anunciaram a chegada de um primeiro lote de cacau importado em setembro próximo. O lote será procedente da Costa do Marfim que volta a fornecer suprimentos depois de um longo período de proibição, devido apresentação de vestígios de contaminação por insetos. Diferente de anos anteriores, onde as importações começam a migrar a partir de janeiro, nesse exercício as entradas serão antecipadas por uma ação preventiva contra uma possível falta de matéria prima no mercado interno, na safra principal.

Os prêmios pagos por compradores, ainda permanecem elevados. Por volta de +us$700 a comerciantes e Us$550 para produtores.

Na Bahia os preços pagos ao produtor em arrobas oscilaram entre R$170,00 e R$183,00

Informações: mercadodocacau

 


Deixe seu Comentário em RESUMO DA SEMANA DE 30/04 a 04/05/18:

Sua participação é muito importante para nós!

Análises de Mercado Relacionadas

  • 18 MAI

Pressionado, mercado perde força e poderá trazer nova tendência para os próximos dias. Embora existam fundamentos firmes que possam alimentar...

  • 12 MAI

Volumes duvidosos da safra africana permanecem mantendo o quadro especulativo nas bolsas. Movimentos extremos marcaram a semana. Ainda que sobre...

  • 27 ABR

Declarações sobre safra global pessimista mantiveram previsões de elevação dos indicies nas bolsas. Em clima de extenso nervosismo o mercado...

  • 21 ABR

Incertezas poderão reduzir o ritmo frenético de crescimento dos índices nas bolsas Uma intensa movimentação foi registrada nas bolsas durante a...

Últimas Atualizações

Últimas Atualizações

Destaques

Destaques