Oito amostras de Cacau do Brasil foram selecionadas para concorrer à premiação no CoEx 2019, França - Mercado do Cacau
Aguarde! Carregando...
X

Mercado do Cacau

Oito amostras de Cacau do Brasil foram selecionadas para concorrer à premiação no CoEx 2019, França

Oito amostras de Cacau do Brasil foram selecionadas para concorrer à premiação no CoEx 2019, França

Por ocasião da reunião da premiação do I Concurso Nacional do Cacau, também foram apresentadas as oito amostras de amêndoas do Brasil selecionadas para participar do Concurso Cacau de Excelência – CoEx2019 e concorrer ao PrêmioInternacional do Cacau (ICA), cujos vencedores serão mencionado durante o Salão do Chocolate em Paris no dia 30 de outubro do corrente ano.

Esse concurso teve a sua primeira edição em 2010 e durante esse período o comitê organizador foi presidido pela CEPLAC na pessoa da pesquisadora Neyde Alice Bello Marques Pereira. A função desse comitê que esse ano contou com a participação do Centro de Inovação do Cacau - CIC, é divulgar o concurso em todos os estado brasileiros produtores de cacau, receber as amostras de cacau realizar as análises físico-químicas, prova de corte e análise sensorial. Essas regras de seleção são preconizadas pelo CoEx, assim como o número de amostras que devem ser selecionadas para concorrer da seleção final feita em Paris. Para o Brasil, baseado na produção nacional de cacau, a cota de seleção foi de oito amostras. Neste ano o Comitê Nacional introduziu mais uma etapa de avaliação que foi a realização da Análise Descritiva Quantitativa das amostras que chegaram a etapa final. Nessa etapa foi definido o perfil sensorial das amêndoas através dos respectivos liquors, onde se identificou os atributos positivos e negativos de cada amostra. Com esses resultados foram indicados as oito melhores amêndoas, pela qualificação de sabor e aromas ausência de defeitos físico-químicos, para concorrer ao CoEX 2019, juntamente com os países produtores de cacau do mundo que participarão desse concurso. Existiram amostras que concorreram também ao I Concurso Nacional de Qualidade de Cacau e alguns deles foram também selecionados nesse concurso.

O CoEx tem como objetivo reconhecer e valorizar o trabalho dos produtores de cacau, pela premiação do cacau de alta qualidade, valorizando a diversidade de sabores de diferentes origens. Promove ainda a educação ao longo da cadeia de valor do cacau no sentido de produzir cacau de alta qualidade e preservar os sabores resultantes da diversidade genética. Visa ainda facilitar a comunicação e construir elos entre produtores de cacau, cadeias de abastecimento e oportunidade de mercado.

A lista dos produtores selecionados para o CoEx 2019, apresentada abaixo mostra que foram selecionadas cinco amostras do estado da Bahia, duas do Pará e uma do Espírito Santo:

Augusto Novaes e Silva – Fazenda Theodolinda – Uruçuca-BA

Elcy Gutzeit Calasans Fernandes – Fazenda Bom Tempo – Uruará-PA

ErvinoGutzeit – Fazenda Panorama – Uruará-PA

Gleibe Luis Torres Santos – Fazenda Mariglória – Itajuípe-BA

João Dias Tavares Bisneto – Fazenda Leolinda – Uruçuca-BA

Márcia Fonseca Alves – Fazenda Santa Clara – Linhares-ES

Rogério Galvão Kamei – Fazenda Bonança – Itacaré-BA

Ronaldo Souza dos Santos – Fazenda Conjunto Estrela Guia – Itajuípe-BA

Os produtores estão desde já de parabéns por terem chegado a esse estágio e terem a oportunidade de concorrerem ao maior programa mundial de qualidade de cacau. Vamos torcer para trazermos mais um premio de Cacau Mundial de Excelência para o Brasil. Fonte: Ceplac 

Deixe seu comentário para Oito amostras de Cacau do Brasil foram selecionadas para concorrer à premiação no CoEx 2019, França

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR ESTE POST! Deixe agora o Seu Comentário :)
Avalie Este Conteúdo: 1 2 3 4 5
[Aguarde, Buscando Dados!]
Notícias Relacionadas

Respondendo à notícia de que o cacau comercializado por Gana e Costa do Marfim terá um preço mínimo, as cotações...

Publicidade

Vídeos

Vídeos