Preço futuro de cacau: 2015 trará um terceiro ano consecutivo de ganhos? - Mercado do Cacau
Aguarde! Carregando...
X

Mercado do Cacau

Preço futuro de cacau: 2015 trará um terceiro ano consecutivo de ganhos?

 Preço futuro de cacau: 2015 trará um terceiro ano consecutivo de ganhos?

 

O preço de cacau em 2015: informações iniciais.

 

O site da Agomoney.com, publicou na primeira semana de janeiro/2015, o comentário de alguns especialistas em mercado de cacau que, dado a sua importância para todos aqueles que trabalham nessa área, oferecemos aqui a tradução do texto original.

 

Preço Futuro de cacau: 2015 trará um terceiro ano consecutivo de ganhos?

 

O Cacau foi um dos poucos produtos agrícolas para os quais muitos analistas prevêem aumentos este ano, dadas às expectativas de escassez da produção mundial.

 

Enquanto a produção tem expectativas, em grande parte de ser maior, os preços futuros de fato subiram mais em 2014, pelo terceiro ano consecutivo, particularmente em Londres, onde a depreciação da libra esterlina em relação ao dólar deu suporte extra aos preços expressos em libras esterlinas.

 

Ainda assim, os preços terminaram o ano em alta de 7,4% no total, bem abaixo daqueles praticados em setembro, o que aliviou preocupações de um aperto de mercado.

 

Será que este raciocínio trará novas quedas de preços em 2015, ou será que as idéias de fragilidade estrutural na produção manterão os preços futuros num caminho ancendente?

 

Comentários de especialistas do setor: Commerzbank

“O futuo da produção de cacau mundial é altamente incerta, e a Organização Internacional do Cacau se viu recentemente obrigada a negar relatos da imprensa, segundo as quais a oferta futura de cacau estaria seriamente comprometida. Mas nem mesmo a ICCO estava otimista no que diz respeito a oferta nos próximos anos.”

 

“Somente com atraso de alguns anos espera-se que a produção será forte o suficiente para satisfazer a demanda atual, devido ao fato de que os preços mais altos são agora cada vez mais repassados aos produtores na sequência de reformas políticas em países produtores importantes.”

 

“No entanto, estamos de acordo com a opinião da ICCO que os estoques suficientemente altos irão garantir que haja escassez da oferta e, consequentemente, que os preços não irão explodir.”

 

J Ganes Consulting

“Este ano vimos os preços do cacau subir acentuadamente e, em seguida cair. Os fabricantes ficaram assustados com a atenção da mídia sobre Ebola e tomaram precauções aumentando até em compras para assegurarem-se de não enfrentar uma escassez se o cenário em relação ao Ebola piorasse interrompendo o fluxo de comércio na Costa do Marfim, como ocorreu.

 

“Agora que o medo diminuiu, torna-se um elemento de baixa para os preços, uma vez que deixa o mercado vulnerável a um novo derramamento como aqueles que compraram para a frente (no sentido da prevenção) de forma agressiva não tem mais a necessidade de reforçar os estoques e já terá cumprido a sua cota intermediária mais cedo do que o normal.

 

“A moagem de Cacau já foi bombeada para cima com compras antecipadas e de preços anunciados.”

“A combinação desses dois fatores, fez com que os compradores buscassem a garantia de oferta adicional mais cedo do que o habitual, o que por sua vez pode agora vir a ser a ruína do mercado e fazer com que os preços sejam ainda mais demarcados, na ausência de quaisquer novas preocupações sobre as perspectivas de produção.”

 

Macquarie

“Basicamente falando, parece que os preços altos vão desencorajar demanda como margens de processamento para alguns grinders parecem estar se movendo negativo.”

 

“Expectativas de produção mais otimistas divulgadas pela Organização Internacional do Cacau e do Departamento de Agricultura dos EUA relatórios também podem implicar que o aumento dos preços do cacau este ano vai incentivar a maior utilização de insumos, melhorando a produtividade.”

 

Rabobank

“Os preços Futuros do cacau deverão permanecer sob pressão até 2015”.

 

“O equilíbrio entre oferta e demanda mundial do cacau está projetada para mudar para um excedente de cerca de 110 mil toneladas durante 2014-15, depois de um balanço neutro de 11.000 toneladas em 2013-14”.

“A produção deve crescer pelo menos ano 3,5% no ano, para um recorde de 4,4 milhões de toneladas.”

 

“A perspectiva de demanda é relativamente fraca, com a moagem esperando um aumento de apenas 1% (para 4,3 milhões de toneladas). O declínio da moagem Europeia é o principal fator, dado que a recuperação econômica continua a ser modesta, e cada vez mais consciente com a saúde dos consumidores que estão mudando os padrões de consumo”.

 

“A proporção de manteiga também deverá diminuir, já que os preços elevados, junto com as baixas margens de moagem e fabricação, orientam, sempre que possível, a procura para o pó.”

 

Fernando Antonio Teixeira Mendes

CEPLAC/SUEPA/CEPEC

Deixe seu comentário para Preço futuro de cacau: 2015 trará um terceiro ano consecutivo de ganhos?

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR ESTE POST! Deixe agora o Seu Comentário :)
Avalie Este Conteúdo: 1 2 3 4 5
[Aguarde, Buscando Dados!]
Notícias Relacionadas

Publicidade

Vídeos

Vídeos